As notícias mais relevantes desta segunda-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
14/03/2018 | Ano 18
As notícias mais relevantes desta segunda-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Não há acordo para votar licenciamento, dizem ambientalistas a Maia
ISA e outras organizações cobram compromisso de discutir amplamente nova legislação. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ouviu nesta terça-feira (13) de ambientalistas que não existe acordo para votar o projeto de lei de licenciamento ambiental e que não há confiança para uma votação em plenário com a pressão da bancada ruralista
Pequenas centrais hidrelétricas ameaçam populações tradicionais no Vale do Ribeira
Depois de 28 anos de luta contra hidrelétrica de Tijuco Alto, comunidades alertam para os potenciais impactos sobre agricultura familiar e turismo de pelo menos 13 empreendimentos previstos para a bacia
POVOS INDÍGENAS
Os indígenas que derrotaram o Governo brasileiro na Corte Interamericana
Estado brasileiro terá que pagar 1 milhão de dólares para comunidade Xukuru de Pernambuco por violar o direito à terra. O Cacique Marcos Xukuru mal teve tempo de avisar a todos os membros de sua comunidade sobre a decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos de condenar o Brasil por violar a propriedade coletiva de seu povo. "O nosso território é muito grande, com aldeias distantes. Mandei mensagem aos grupos de WhatsApp para famílias e lideranças que compõem a organização política de nosso território. Mas ainda não chegou a todos"
El País, 14/3.
CRA debaterá conflitos em assentamentos em terras indígenas
Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) aprovou, em reunião nesta terça-feira (13), a realização de uma audiência pública para debater a situação dos assentamentos feitos pelo Incra. O foco do debate será os conflitos em assentamentos em terras indígenas, especialmente em áreas como as do estado de Rondônia, na região de Ariquemes, e em áreas da Comunidade Indígena Uru-Eu-Wau-Wau
Agência Senado, 13/3.
Telmário Mota lamenta descaso com ianomamis em Boa Vista
O senador Telmário Mota (PTB-RR) denunciou que não são apenas os venezuelanos que estão passando por dificuldades nas ruas de Boa Vista, capital do estado, afirmando que os ianomâmis que vão até a capital em busca de serviços na área de saúde também estão sofrendo
Agência Senado, 13/3.
AMAZÔNIA
Amazônia Protege reforça combate ao desmatamento ilegal
O combate ao desmatamento ilegal ganhou um reforço com o projeto Amazônia Protege, lançado em novembro pelo Ministério Público Federal. A iniciativa já resultou em 1088 ações civis públicas que cobram na justiça a reparação ambiental e a responsabilização dos envolvidos. Os pedidos são baseados em laudos periciais elaborados a partir da análise de imagens de satélite do ciclo de monitoramento 2015/2016. São considerados os desmatamentos de áreas iguais ou superiores a 60 hectares na Amazônia
Rádios EBC, 13/3.
Governo mantém recursos para fiscalizar desmatamento, mas corta para áreas protegidas
O governo até conseguiu preservar os recursos para as operações de fiscalização contra o desmatamento da Amazônia. Mas o orçamento para ações de meio ambiente volta a cair em 2018, com cortes nos recursos para unidades de conservação, de acordo com uma análise publicada nesta terça-feira pelas ONGs WWF-Brasil e Associação Contas Abertas
Amazônia.org, 14/3.
Preservação da Amazônia é fundamental para a manutenção do seu ciclo hidrológico. Entrevista especial com Thomas Lovejoy
Quando o biólogo norte-americano Thomas Lovejoy iniciou suas pesquisas na Amazônia brasileira, em 1965, “havia somente 3% de desmatamento e uma população de três milhões, incluindo os indígenas”. Hoje, mais de 50 anos depois, “o desmatamento oficial está em 17%, mas, além disso, a floresta está degradada (próxima ao ponto de inflexão) em mais de 50% somente na Amazônia brasileira”, relata Lovejoy à IHU On-Line
IHU On-Line, 14/3.
Chinesa volta a negociar compra de Santo Antonio
A chinesa SPIC Overseas voltou a conversar com Cemig e Odebrecht sobre uma possível aquisição do controle da hidrelétrica de Santo Antonio, localizada no rio Madeira (RO). Segundo fontes ouvidas pelo Valor, ainda não foi apresentada uma nova oferta
Valor Econômico, 14/3, Empresas, p.B2.
QUILOMBOLAS
Justiça determina que área quilombola no Amapá seja demarcada pelo Incra
Pedido inclui o pagamento de R$ 1 milhão em indenização para a comunidade Lagoa dos Índios, em Macapá. Processo está pendente há cerca de 14 anos, diz MPF
G1/AP, 13/3.
POLÍTICA SOCIOAMBIENTAL
Maia diverge sobre data de votação de marco ambiental
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a deputados da bancada ruralista que o projeto de lei que busca revisar o marco legal do licenciamento ambiental no Brasil deve ser votado nas próximas semanas em plenário, até no máximo o início de abril. Horas depois, em encontro com ambientalistas e procuradores, Maia afirmou que quer votar, mas foi evasivo quanto a datas
Valor Econômico, 14/3, Política, p.A8.
GERAL
Extinção pode atingir 50% das espécies de áreas críticas do planeta
Da bacia do Congo ao Himalaia Oriental, passando por Madagascar e pela Amazônia, a situação é igualmente crítica: sem novos esforços para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, metade das espécies das regiões com maior biodiversidade do planeta podem ser extintas até 2080. A estimativa é do relatório “Vida selvagem em um mundo cada vez mais quente”, do WWF, que identificou como os eventos climáticos extremos registrados hoje podem, a médio prazo, transformar-se em situações comuns
O Globo, 14/3, Sociedade, p.25.
Ilha remota do Índico sofre contaminação
Madagáscar, a mais de 3.300 km de distância de lá —mas nem esse isolamento foi capaz de impedir que a fauna marinha do arquipélago fosse contaminada por metais pesados, como mercúrio e cádmio. O resultado não é apocalíptico (há níveis de contaminação mais altos em espécies da Antártida, por exemplo), mas trata-se de mais um sinal de como não há canto da Terra em que os dejetos industriais humanos não tenham feito estrago
FSP, 14/3, Ciência, p.B5.
Fato consumado
"Após atrasos no cronograma, estouros no orçamento e suspeitas de corrupção, o investimento bilionário e controverso na transposição do rio São Francisco enfim começa a dar os primeiros retornos. Tratando-se de fato consumado, perdem relevância as objeções técnicas e conceituais à obra. Importa agora administrá-la com zelo, de modo a minorar as carências de uma região onde se prenunciam, em razão das mudanças climáticas, mais calor e secura
FSP, 14/3, Opinião, p. A2.
Outras Noticias
Segue para a Câmara proposta que organiza o ensino escolar nas aldeias
EXAME Fórum Amazônia abordará oportunidades na região Norte
Gurgacz destaca projetos para proteger o meio ambiente na Amazônia Legal
Inpa fará maior soltura de peixes-bois nos rios da Amazônia
Maior Bacia Hidrográfica do mundo tem apenas dois comitês e um em intervenção
Código Florestal pode ganhar o nome do ex-senador Luiz Henrique
“Agro mata”
Pesquisador sofre atentado
Lideranças em Barcarena (PA) temem perseguições após 2º assassinato em 3 meses
Corregedoria Geral da Polícia Militar apura denúncias de envolvimento de PMs na morte de líder comunitário
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato