Se não foi possível visualizar este boletim clique aqui.

Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Água, Biodiversidade, Clima, Código Florestal, Desmatamento, Direto do ISA, Mineração, Povos Indígenas, Quilombolas, Violência
Ano 17
13/12/2017

 

 

Direto do ISA

 
  A edição 65, que você acessa também em celulares e tablets, traz as principais atividades do ISA no segundo semestre de 2017. Vale conferir! - Direto do ISA, 12/12.
   
 

Violência

 
  Altamira, no Pará, foi alçada ao posto de cidade mais violenta do Brasil em 2015, segundo levantamento do projeto “ A Guerra do Brasil”. Naquele ano foram registrados 124,6 homicídios por 100 mil habitantes, bem à frente de cidades que costumam estampar o noticiário de chacinas, balas perdidas e tiroteios, como Rio (23,4) e São Paulo (13,5). Há dez anos, o município sequer aparecia na lista dos mais violentos, com taxa de 53,2 homicídios. Diretamente impactada pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, experimentou uma desorganização da vida social da cidade - O Globo, 13/12, País, p.8.
   
 

Biodiversidade

 
  Um estudo sobre as populações de guepardo na África Austral sugere que a espécie encontra-se em perigo. Os pesquisadores, que tiveram o apoio da "National Geographic Society", apresentaram evidências de que a baixa estimativa populacional do felino aliada a um declínio da quantidade de espécimes justifica a entrada do guepardo na lista de animais ameaçados da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) - FSP, 13/12, Ciência, p.B9.
   
 

Clima

 
  O presidente francês Emmanuel Macron promoveu nesta terça (12/12), em Paris, a Conferência Um Planeta para celebrar os dois anos do Acordo de Paris e recolocou a questão do financiamento para uma economia de baixo carbono.Entre os anúncios estão: corte de financiamento a combustíveis fósseis e liberação de recursos para projetos de adaptação climática. Macron também encomendou estudo a um grupo de renomados economistas, que deve apresentar em 2018 uma proposta de "precificação positiva" de carbono, que incentiva atividades que reduzem as emissões de carbono ou o capturam. - O Globo, 13/12, Sociedade, p.25.; FSP, 13/12, Ciência, p.B9.
  Imagens de um urso polar desnutrido causaram comoção na internet O fotógrafo Paul Nicklen filmou o predador, que mal conseguia se manter em pé. Desnutrido, ele tinha os ossos aparentes pela falta de alimentos. Para Nicklen, as imagens chocantes retratam o futuro da espécie caso as mudanças climáticas se aprofundem. A redução de geleiras e icebergs por conta de temperaturas mais altas e verões mais longos os obrigam a ficar mais tempo em terra firme onde não têm acesso à principal fonte de alimento e gordura: as focas e outros mamíferos da família. - O Globo, 13/12, Sociedade, p.25.
   
 

Geral

 
  A mineradora Samarco obteve ontem duas das licenças ambientais para poder voltar a operar. O Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam), ligado à Secretaria de Meio Ambiente de Minas, concedeu à empresa a licença prévia e a licença de instalação referente à cava Alegria Sul. A Samarco está parada desde o desastre de Mariana, em novembro de 2015 e com as licenças poderá iniciar as obras de adaptação e ampliação da cava - Valor Econômico, 12/12, Empresas, p.B1.
  No ritmo atual, o Brasil só conseguirá oferecer água potável e tratamento de esgoto a todos os brasileiros na metade do século XXI - vinte anos depois da meta assumida com a ONU. O Instituto Trata Brasil, que analisou dados das 100 maiores cidades brasileiras, mostra que, nos últimos dez anos, elas avançaram menos de 1 ponto porcentual ao ano nesses indicadores. Se projetados esses avanços para os próximos anos, o Brasil levaria mais de quarenta anos para universalizar o saneamento, ou seja, só depois de 2050 - com sorte, vinte anos a mais do que o prazo assumido com a ONU, artigo de Otto von Sothen - Veja, 13/12, Página Aberta, p. 88-87.
   
 
Imagens Socioambientais
Facebook TwitterInstagram Youtube Medium