As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
13/09/2019 | Ano 19
As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Após fim do comitê que cuidava de ações socioambientais de Belo Monte, futuro na região é incerto
Seis meses após o governo extinguir o comitê gestor que cuidava das ações do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX), programa financiado com recursos da usina hidrelétrica (UHE) Belo Monte, o futuro na região ainda é incerto. Criado em 2010, o PDRSX tinha como objetivo investir no desenvolvimento sustentável da região afetada pela construção do empreendimento
Seminário discute o papel das Organizações da Sociedade Civil na construção da democracia no Brasil
A Ação Educativa, o Instituto Socioambiental (ISA) e o Sesc-SP vão promover nos dias 1 e 2 de outubro, no Sesc Consolação, o seminário "Organizações da Sociedade Civil e Democracia no Brasil - 25 anos da Ação Educativa e do Instituto Socioambiental". O evento é gratuito e as inscrições já estão abertas. Para se inscrever clique aqui
Fique sabendo o que aconteceu entre 06 a 12 de setembro de 2019
Nesta semana destacamos a alteração, pela terceira vez, da Etapa Nacional da 6ª Conferência Nacional de Saúde Indígena e a publicação dos perfis da famílias extrativistas das Reservas Extrativistas do Ciriaco e Marinha do Delta do Parnaíba, além do estabelecimento de procedimentos para condução de visitantes no Parque Nacional da Chapada da Diamantina. Veja o que saiu nos Diários Oficiais
BACIA DO XINGU
“A notícia é esta: o Xingu vai morrer”
O Ministério Público Federal adverte que a maior tragédia amazônica hoje na região de Altamira é o “ecocídio” da Volta Grande do Xingu. A gestão da água por Belo Monte é chamada de “hidrograma de consenso”. Apesar do nome, não há consenso algum. Está mais para “hidrograma de conflito”. Quem decidiu quanta água seria liberada pela usina para a Volta Grande do Xingu foram a empresa e o governo. Segundo o livro Xingu, o rio que pulsa em nós (Instituto Socioambiental), “trata-se de um esquema hidrológico que estipula as quantidades mínimas de água que precisariam passar pela Volta Grande para garantir a sustentabilidade socioambiental da região. O hidrograma tem sua origem no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do empreendimento, anunciado como solução para conciliar a geração de energia, a quantidade de água indispensável para as funções ecológicas da região e a manutenção das condições de navegabilidade do rio Xingu”
El País, 12/09.
AMAZÔNIA
Pastagens na Amazônia e o aquecimento global
Recuperar cobertura vegetal de áreas de pastagem pode reduzir emissões de metano e impactos da pecuária para o clima, diz estudo do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), da Universidade de São Paulo (USP), sobre a Amazônia. Estima-se que até 80% das áreas desmatadas da Amazônia sejam utilizadas como pasto
Deutsche Welle, 13/09.
Amazônia: governadores se reúnem com embaixadores de Noruega, Alemanha e Reino Unido
Governadores e vice-governadores dos estados da Amazônia legal se reuniram com embaixadores de Noruega, Alemanha e Reino Unido na manhã desta sexta-feira (13), em Brasília, para discutir investimentos internacionais para ações ambientais na região. No encontro, estiveram presentes os embaixadores Nils Martin Gunneng (Noruega), Georg Witschel (Alemanha) e Vijay Rangarajan (Reino Unido)
G1, 13/09, Política.
DESMATAMENTO
Planeta perde área de um estado de SP por ano em florestas
Relatório aponta que desmatamento saltou 43% em todo o mundo desde 2014. Texto destaca ainda a situação no Brasil: antes um caso de sucesso, política de preservação florestal no país se fragilizou sob Bolsonaro
Deutsche Welle, 12/09.
QUEIMADAS
Queimadas na Amazônia: por que o Pará lidera o desmatamento há 13 anos
Os dados que apontam o aumento do desmatamento na Amazônia revelam, quando desmembrados, situações graves nos estados. Uma das posições mais desconfortáveis é a do Pará, que vem ocupando o posto de líder da devastação há 13 anos. Na série de dados tabulados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), com base em imagens de satélite, o estado passou a aparecer na primeira posição em 2006, quando ultrapassou o Mato Grosso
UOL, 13/09.
POVOS INDÍGENAS
Em Mato Grosso, agricultores Xavante capacitam-se em sistemas agroflorestais
Agricultores do povo Xavante tiveram a oportunidade de participar do Curso de Implantação, Planejamento e Manejo Agroecológico de Sistemas Agroflorestais, em Mato Grosso, no final de agosto. Dividido em seis módulos, o curso, que contou com professores e iniciativas de referência, como a Rede de Sementes do Xingu e a Cooperafloresta, reuniu os participantes desde março, durante um fim de semana por mês. Em cada etapa, os estudantes implantaram diferentes formatos de módulos agroflorestais e aprenderam técnicas de coleta de sementes e manejo dos sistemas por meio de podas
Funai, 12/09.
Indígenas são premiados por produzir café preservando a floresta em Rondônia
O 'Projeto Tribos' divulgou, na quinta-feira (12), o resultado do concurso que premia indígenas produtores de café robusta em Rondônia. O projeto valoriza o cultivo de forma sustentável, com a preservação da floresta. Segundo os organizadores, foram avaliadas 64 amostras de cafés. Deste total, 61% ganharam classificações de cafés especiais, com notas acima de 80 pontos
G1/RO, 12/09.
PANTANAL
Pantanal registra 334% mais focos de queimadas em 2019, ano com menos chuvas e intensa onda de calor na região
O número de focos de queimadas no Pantanal de 1º janeiro a 11 de setembro de 2019 já é 334% maior do que o registrado no mesmo período em 2018; e 43,6% acima da média registrada nos mesmos dias dos últimos 21 anos (de 1998 a 2018). Os dados são do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)
G1, 12/09, Natureza.
MINERAÇÃO
CPI de Brumadinho da Assembleia de MG é concluída com pedido de indiciamento de 13 funcionários da Vale e da TÜV SÜD por rompimento de barragem
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Barragem de Brumadinho aprovou seu relatório final, na tarde da quinta-feira (12), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte. O documento, que foi aprovado por unanimidade, pediu o indiciamento de 13 funcionários da Vale e da TÜV SÜD. Além de pedir o indiciamento, o relatório nomeia responsáveis pela tragédia da Vale e ainda faz mais de uma centena de recomendações a órgãos públicos para evitar eventuais novos desastres na mineração
G1/MG, 12/09.
MUDANÇAS CLIMÁTICAS
Mudanças climáticas não são causadas pela ação humana, diz presidente de Comissão de Mudanças Climáticas do Congresso
Semanas atrás, o Congresso Nacional instalou uma comissão de deputados e senadores para discutir o tema das mudanças climáticas e o aumento recente no número de queimadas da Amazônia. É a Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC). Mas, ao contrário do que seria de se esperar, a comissão é presidida por um senador que duvida do consenso científico sobre a influência humana nas mudanças climáticas - isto é, alterações no clima e na temperatura do planeta e suas regiões particulares intensificadas pela ação do homem
BBC Brasil, 12/09.
DIREITOS HUMANOS
Deputados preparam relatório para ONU sobre violação de direitos no Brasil desde 2017
Parlamentares da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados estarão em Genebra, na Suíça, entre os dias 16 e 20 deste mês, para apresentar um relatório sobre violações de direitos no Brasil. O documento será entregue durante a Revisão Periódica Universal (RPU) da Organização das Nações Unidas (ONU), ocasião em que os Estados-membros avaliam uns aos outros e emitem uma série de recomendações para os governos para garantir o acesso a direitos. Documento abordará temas como aumento da desigualdade, violência no campo e crise ambiental
Brasil de Fato, 12/09.
Outras Noticias
Política ambiental de Bolsonaro pode queimar acordo Mercosul-União Europeia?
“Estamos destruindo a natureza para o proveito de uma minoria”, diz Dowbor
Em audiência no Congresso, MPF alerta sobre impactos da mineração na cultura e modo de vida indígenas
Tribunal Regional Federal julgará destino da titulação do Quilombo Paiol de Telha
“Não aceitam que os povos indígenas sejam sujeitos de direito”, aponta debate
A Amazônia é do Mundo
Governadores reúnem-se com embaixadores europeus para discutir Amazônia
PF combate o desmatamento em sete fazendas no MS
Gastos com ações de gestão ambiental do País despencam neste ano
Indicado de Bolsonaro para ONU diz que crítica internacional a queimadas tem viés econômico
Ministro do Meio Ambiente vai se reunir nos EUA com grupo que rejeita aquecimento global
Principais órgãos ambientais, Ibama e ICMBio podem ficar sem verba antes do fim do ano
‘Vozes da Floresta’, o documentário que revela as muitas crises do Brasil
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato