As notícias mais relevantes desta sábado para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
19/07/2019 | Ano 19
As notícias mais relevantes desta sábado para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Fique sabendo o que aconteceu entre 12 e 18 de julho de 2019
Entre as noticias desta semana um dos destaques foi a investigação do Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul sobre a possível omissão sistemática de socorro por parte da polícia a indígenas do estado, que se constiutuem na segunda maior população de índios em todo o país, com 80 mil pessoas
POVOS INDÍGENAS
Terra Indígena Yanomami invadida por 20 mil garimpeiros; Bolsonaro não intervém
Estima-se que 20.000 garimpeiros ilegais entraram no Parque Yanomami, uma das maiores reservas indígenas do Brasil, localizada nos estados de Roraima e Amazonas, perto da fronteira com a Venezuela. Os mineiros são bem financiados, provavelmente por empresários que pagam os trabalhadores e fornecem equipamentos de terraplenagem, suprimentos e aviões. Três faixas de ar ilegais e três minas de ouro a céu aberto estão em operação no território indígena Yanomami. Líderes indígenas culpam o presidente Bolsonaro, com sua linguagem anti-indígena incendiária, e sua administração, com suas políticas que privaram de fundos e destruíram as agências responsáveis pela aplicação da lei na Amazônia
Mongabay, 19/07.
“Caso de repercussão geral é oportunidade para o Estado corrigir trajetória de agressão aos povos indígenas”
Consequências do processo do STF que pode definir o futuro das terras indígenas no Brasil foram debatidos durante evento paralelo na ONU, em Genebra. As possíveis consequências do processo de repercussão geral que pode definir o futuro dos direitos territoriais indígenas no Supremo Tribunal Federal foram debatidas em Genebra, na Suíça, no dia 17 de julho, durante o evento paralelo intitulado Reconhecimento da Ancestralidade dos Territórios Indígenas – Oportunidades e Riscos no Caso Xokleng perante o STF
Cimi, 18/07.
POPULAÇÕES TRADICIONAIS
Com territórios ameaçados, indígenas e quilombolas de Oriximiná solicitam apoio do MPF
Grandes projetos e novas obras que atingem territórios indígenas e quilombolas foram anunciados pelo governo federal, no começo de 2019. Lideranças indígenas e quilombolas de Oriximiná, oeste do Pará, procuraram apoio do Ministério Público Federal de Santarém, em reunião realizada na quarta-feira (17), para fortalecer a articulação no enfrentamento às recentes ameaças contra seus territórios. “O apoio do MPF é ainda mais importante num momento em que assistimos um processo de desmonte das políticas que asseguram os direitos desses povos”, disse Lúcia Andrade, coordenadora da Comissão Pró-Índio de São Paulo
G1, 18/07, Santarém e Região.
FUNDO AMAZÔNIA
Embaixador da Alemanha diz que há 'limites' no Fundo Amazônia e que será 'difícil' usá-lo para indenizar donos de terras
O embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, afirmou na quinta-feira (18) que o uso de recursos do Fundo Amazônia tem "limites" e que usar a verba para indenizar donos de terras será "difícil". Desde maio o governo federal tenta negociar alterações no fundo, como as que permitam, por exemplo, usar recursos para indenizar proprietários rurais em unidades de conservação
G1/PA, 18/07.
VIOLÊNCIA NO CAMPO
Polícia aponta fazendeiros como possíveis mandantes de morte de sindicalista no Pará
Após mais de um mês de investigações, ganhou força a tese de que a execução do ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Rio Maria, no Pará, Carlos Cabral, em 12 de junho, teria sido motivada por conflitos agrários no interior da Terra Indígena Apyterewa, em São Félix do Xingu. O sindicalista foi morto quando chegava de moto em casa na cidade de Rio Maria, a 960 quilômetros de Belém
A Pública, 18/07.
BIODIVERSIDADE
Cultivo de cogumelos em toras de madeira pode gerar renda no Amazonas
O primeiro cultivo de cogumelo comestível da espécie Lentinula raphanica, em escala experimental, no mundo, foi realizado por pesquisadores no Amazonas, com o intuito de gerar um produto alimentício a partir da biodiversidade da floresta amazônica. Com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), a pesquisa científica pioneira apontou que essa espécie de cogumelo pode ser uma alternativa economicamente viável, com grande potencial de uso na indústria alimentícia, e pode se tornar uma nova fonte de produção e renda aos futuros fungicultores do estado
A Crítica, 18/07.
AMAZÔNIA
Um dos maiores especialistas do mundo em Amazônia faz alerta sobre o futuro da floresta
No Dia de Proteção às Florestas, Antonio Nobre traça panorama sobre a maior floresta tropical do planeta. Qual a situação das florestas no Brasil? A consciência sobre o desmatamento é comum entre os brasileiros, mas não suficiente para mudar a realidade. Dedicado às pesquisas sobre as florestas do País há mais de 40 anos, o cientista Antonio Nobre alerta sobre um cenário preocupante. “A situação é muito ruim. Com 20% de desmatamento, podemos pensar que ainda restam 80% de floresta nativa, mas esse é um dado ilusório”, diz.
G1, 17/07, Terra da Gente.
ALIMENTAÇÃO
10 anos da Lei de Alimentação Escolar: MPF registra avanço em trabalho voltado a povos indígenas e tradicionais do AM
Atuação da Comissão de Alimentos Tradicionais dos Povos do Amazonas (Catrapoa) resultou em mudanças nas políticas públicas para fornecimento de alimentos a comunidades em quase metade dos municípios do estado. As primeiras reuniões da comissão ocorreram após visita do MPF à terra indígena Yanomami, ocasião em que o órgão verificou dificuldades logísticas no escoamento da produção e em relação ao abastecimento de alimentos nas escolas localizadas em comunidades tradicionais no Amazonas. Esses povos possuem formas tradicionais de conservação dos alimentos, o que não estava sendo respeitado
MPF, 18/07.
Outras Noticias
Em reunião com empresa, Salles não apresenta plano para rever taxa em Noronha
Na ONU, especialistas defendem acordo latino-americano sobre justiça ambiental
A mineração não pode mais passar por cima de nossas vidas
Produtores se unem em rede para impulsionar a agricultura orgânica na Amazônia
Cerrado pode perder o equivalente a metade da área da Bélgica em uma década com expansão do cultivo da soja
Operação Arquimedes: região Sul do AM ganha unidade da PF especializada em crimes ambientais
Fazendeiro de Buritis (RO) é condenado por submeter empregados a trabalho análogo ao de escravo
Se a notícia é um alarme, alarmar pessoas não é irresponsável, diz jornalista
Sociedade unida pela democracia
Estudantes indígenas de universidade do Mato Grosso são capacitados para dar aulas nas próprias aldeias
Em 200 dias Brasil liberou mais agrotóxicos que a União Europeia em oito anos
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato