As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
19/10/2018 | Ano 18
As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
No noroeste amazônico, indígenas realizam comunicação por direitos
Rede de Comunicadores Indígenas do Rio Negro completa um ano de trabalho e realiza sua segunda oficina de formação em São Gabriel da Cachoeira (AM)
Fique sabendo o que aconteceu entre 11 e 18 de outubro de 2018
Entre as boas notícias da semana destacam-se o prazo estabelecido pelo MPF, Funai e União para o término da demarcação da Terra Indígena Guarani Ygua Porã, em Santa Catarina, e a aprovação pelo presidente da Funai dos estudos da TI Tekohá Guasu Guavira, dos Guarani, no Paraná. Entre as más notícias estão o aumento do desmatamento na Amazônia, típico de períodos pré-eleitorais e a extinção da Estação Ecológica Soldado da Borracha, em Rondônia
ELEIÇÕES
'Infeliz e ultrapassada', diz Greenpeace sobre declaração de cotado para ministro de Bolsonaro
Cotado para ser ministro da Agricultura caso o candidato vença a eleição, Nabhan Garcia disse ser "absurdo falar em desmatamento zero". A declaração sobre haver espaço para mais desmatamento na Amazônia está desconectada com o passado e pode trazer atrasos econômicos para o País, segundo o coordenador de Políticas Públicas do Greenpeace, Márcio Astrini
OESP, 18/10.
Coalizão Brasil reafirma a importância do Acordo de Paris, da economia de baixo carbono e da democracia
Carta aberta aos candidatos do 2º turno das eleições brasileiras à Presidência da República, senhores Fernando Haddad e Jair Bolsonaro. Neste momento decisivo para o futuro no país, a Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura reafirma o importante compromisso que o país tem com o mundo para assegurar a segurança alimentar, hídrica e climática da humanidade
Observatório do Clima, 19/10.
Ethos se posiciona contra interferência das empresas nas eleições presidenciais
“Nós nos posicionamos frontalmente contrários a esse tipo de interferência, que não condiz com o processo de desenvolvimento que estamos verificando no setor privado brasileiro em relação à agenda de integridade e transparência”, diz o texto do posicionamento do Instituto Ethos contra a atitude que configura-se como doação de campanha por pessoas jurídicas, uma prática ilegal, vedada pela legislação eleitoral e não declarada
Ethos, 18/10.
Os desafios ambientais para o próximo governo
O programa Ambiente é o Meio da Rádio USP desta semana traz entrevista com Marcelo Marini Pereira de Souza, professor da USP. O professor fala de forma geral quais propostas ambientais o próximo presidente precisa ter em seu plano de governo para o mandato de 2019 a 2023. “Havia e ainda há desafios colocados antes mesmo destas candidaturas, pois recentemente o código florestal sofreu alterações para pior, com questões difíceis de delinear”, conta Souza
Jornal da USP, 18/10.
Para o mundo, futuro da Amazônia também está em jogo na eleição brasileira
A eleição presidencial no Brasil não moldará apenas o destino do maior país da América Latina. É também um referendo sobre o destino da Amazônia, a maior floresta tropical da Terra, às vezes conhecida como "o pulmão do mundo". A aposta para o planeta é enorme. O candidato melhor situado na disputa pela Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), um deputado de extrema-direita que disse que a política ambiental do Brasil está "sufocando o país", prometeu defender o poderoso agronegócio, que pretende derrubar mais florestas para produzir a carne e a soja que o mundo demanda. A análise é do jornal The New York Times
UOL, 18/10.
Propostas de Bolsonaro e Haddad para o meio ambiente são opostas
Planos de governo dos presidenciáveis divergem em torno de fiscalização e mudança do clima. Investir em energia eólica e solar é o único ponto de convergência entre os planos de governo dos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) dentro do que poderia ser enquadrado como agenda ambiental. Fora isso, as propostas sinalizam para caminhos opostos
OESP, 19/10, Economia, p.B6.
POVOS INDÍGENAS
“Somos índios, resistimos há 500 anos. Fico preocupado é se os brancos vão resistir”
Há 30 anos, em plena Assembleia Constituinte, pintou o rosto de negro, declarou guerra aos políticos brasileiros e venceu. Ailton Krenak tem agora 65 anos, já viu muito e recorda-se do que não viu, numa memória que lhe foi legada pelos antepassados. Líder indígena, assume-se e ao seu povo como sobreviventes de um genocídio. Mas teme pelo futuro dos brancos, aqueles que nunca aprenderam a pisar com leveza a “Mãe Terra” e que por isso poderão acabar “enterrados no próprio vómito”, entrevista com Ailton Krenak
Expresso, 18/10.
FAO: mulheres indígenas precisam ser ouvidas nas decisões que afetam suas vidas
São mais de 400 milhões de indígenas no mundo. Destes, metade é mulher. São elas que criam gado, plantam, pescam e caçam para coletar alimentos para suas comunidades. Elas também são consideradas as guardiãs de sementes, plantas medicinais e da biodiversidade da floresta, além de guardiãs da cultura de suas etnias. Apesar de suas contribuições, as mulheres indígenas não fazem parte da política e dos processos decisórios que afetam suas vidas. Geralmente, as políticas de proteção social não incluem suas opiniões e necessidades
ONU BR, 18/10.
Capacitar mulheres indígenas, fortalecer comunidades
As mulheres indígenas são guardiãs das tradições e recursos naturais de suas comunidades, mas também estão entre os povos mais vulneráveis e marginalizados do mundo. Assista ao vídeo
ONU BR, 18/10.
MINERAÇÃO
MPF quer interromper ciclo de exploração de minério em áreas protegidas da Amazônia Legal, no Amapá
A atividade, especialmente dentro da Floresta Estadual do Amapá, estava sendo executada sem a autorização dos órgãos de controle. O MPF quer o cancelamento de licenças de exploração mineral na faixa de fronteira dos municípios de Oiapoque e Calçoene
MPF, 17/10.
SAÚDE INDÍGENA
União deve prestar atendimento de saúde a indígenas de Paulo Afonso (BA) sem terras regularizadas
A União tem prazo de 60 dias para cadastrar os indígenas da jurisdição de Paulo Afonso (BA) no Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI) e entregar-lhes o cartão do SUS, mesmo que suas terras não tenham sido regularizadas. É o que determina decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), de 10 de outubro, para viabilizar o direito à saúde pela população indígena local. Em caso de descumprimento, será aplicada multa diária de R$ 5 mil, valor a ser convertido em favor dos próprios indígenas
MPF, 18/10.
BELO MONTE
Remoção de famílias atingidas por Belo Monte está mais próxima
Após mais de quatro meses de mobilizações populares e ocupações em sedes de prédios públicos para pressionar e garantir seus direitos, a Norte Energia, concessionária da hidrelétrica de Belo Monte, e a prefeitura de Altamira (PA) assinaram o termo de compromisso que permite a remoção das famílias da área alagada do bairro Independente 1
Brasil de Fato, 17/10.
CERTIFICAÇÃO DE INDICAÇÃO GEOGRÁFICA
Brasil tem cinco novos produtos com certificação de origem
Entre o julho de 2017 e junho deste ano cinco novos produtos conquistaram o certificado de origem, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para ganhar a certificação, dada pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), os produtos devem ser originários de determinada região geográfica e ter características únicas
Agência Brasil, 18/10.
Outras Noticias
Acordo estipula prazo para demarcação da Terra Indígena Guarani Ygua Porã, em Biguaçu (SC)
MPF denuncia estudante de economia da Ufopa por racismo no Facebook
Energisa deve promover distribuição de energia elétrica em Terra Indígena
PR: produtores se mobilizam contra demarcação de terras indígenas
Acre é exemplo de crescimento econômico combinado à proteção ambiental, diz Banco Mundial
Serra da Canastra: MPF e ICMBio assinam termo de compromisso para atuação na área ainda não regularizada do parque nacional
Eleita a 1ª deputada indígena do Brasil, Wapichana promete ser resistência
Estudo mostra que agrotóxicos ameaçam vida no Cerrado de MS
Comunidades são convidadas a acompanharem ativamente o cumprimento do TAC entre MP, Hydro e estado do Pará
MPF cria Grupo de Intervenção Rápida contra Superdesmatamentos na Amazônia
Desembargadora rejeita pedido de despejo da Comunidade Paiol de Telha
Conselheiro de Bolsonaro compara Acordo de Paris a papel higiênico
Óleo: otimismo e baixo carbono
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato