Se não foi possível visualizar este boletim clique aqui.

Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Agrotóxicos, Agropecuária, Água, Amazônia, Biodiversidade, Energia, Florestas, Mudanças Climáticas, Povos Indígenas, Queimadas, Quilombolas
Ano 17
06/10/2017

 

 

Direto do ISA

 
  Manual de Etnobotânica será lançado pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro, pelo Instituto Socioambiental (ISA) e demais parceiros do Brasil e da Inglaterra. Publicação é fruto de pesquisa e intercâmbio de conhecimentos com povos indígenas da região do Alto Rio Negro, noroeste amazônico - Direto do ISA, 5/10.
  Karipuna (RO) ameaçados por invasores, protestos indígenas no Piauí contra fechamento da Funai, exigência de compensação por porto na Bahia e outras notícias. Leia mais - Blog do Monitoramento/ISA, 6/10..
   
 

Água

 
  Com 2.200 hectares de extensão, a Lagoa Itaparica secou. A lagoa fica dentro de uma área de proteção ambiental entre Xique-xique e Gentio do Ouro, na Bahia. É alimentada por pequenas nascentes da região e pelas águas do São Francisco. A seca, que deixou um rastro de cerca de três milhões de peixes mortos, é resultado de uma confluência de problemas hídricos e climáticos. O assoreamento é o mais visível: o lago que chegou a ter até seis metros de profundidade nos últimos anos não tem mais do que um metro. A devastação da vegetação nativa que deu lugar a pastos também fez a terra ceder em diversos pontos. O problema é potencializado pela baixa vazão do rio São Francisco e pela seca de seis anos consecutivos que atinge a região Nordeste - FSP, 6/10, Cotidiano, p.B5.
   
 

Energia

 
  Pesquisas recentes nos Estados Unidos e no Brasil reforçam o entendimento de que as mudanças na matriz energética - com substituição de uso de combustíveis fósseis por alternativas menos poluentes - levam à melhora na qualidade do ar e, assim, reduzem riscos de mortes prematuras. Os estudos apontam ainda vantagens econômicas nas alterações - OESP, 6/10, Metrópole, p.A18.
  A Sabesp quer aproveitar a pressão hidráulica dos canos de água para reduzir seus gastos com energia elétrica na região metropolitana de São Paulo, que chegam a R$ 500 milhões por ano. O plano é instalar "mini-hidrelétricas" em 200 pontos do sistema de saneamento da cidade. A energia será transmitida para a Eletropaulo, em troca de abatimento de 3,2% dos gastos da Sabesp (R$ 16 milhões). A empresa procura um investidor do mercado de energia para patrocinar as obras - FSP, 6/10, Mercado, p.A25.
   
 

Agropecuária

 
  O contínuo e crescente consumo de carne vêm causando impacto devastador no meio ambiente, alerta um relatório divulgado ontem pela WWF. O crescimento em grande escala do cultivo de grãos como soja para alimentar frangos, porcos e outros animais está causando forte pressão sobre os recursos naturais, que culmina na perda de territórios e espécies, diz a WWF. De acordo com o documento intitulado "Apetite por destruição", a agricultura intensa e industrial também resulta em comida menos nutritiva: para conseguir o mesmo percentual de ômega 3 encontrado em um frango criado para consumo humano na década de 1970, são necessários, hoje, seis frangos. - O Globo, 6/10, Sociedade, p.26.
   
 

Florestas

 
  O governo de São Paulo voltou atrás no plano de vender ou conceder para a iniciativa privada 34 áreas do Instituto Florestal, como hortos, estações experimentais e florestas voltadas para a produção de madeira. Mas ainda pretende aumentar a renda com esses locais, e a nova estratégia estudada é arrendá-los. Este é um dos planos que estão sendo propostos pelo novo secretário de Meio Ambiente do Estado, o economista Maurício Brusadin - OESP, 6/10, Metrópole, p.A18.
   
 
Imagens Socioambientais
Facebook TwitterInstagram Youtube Medium