As notícias mais relevantes desta quinta-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
30/07/2020 | Ano 20
As notícias mais relevantes desta quinta-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
POVOS INDÍGENAS
Mapas inéditos indicam que ditadura mascarou dados ao retirar indígenas em Itaipu
Novos registros cartográficos mostram que ditadura militar agiu para apagar a história dos Avá-Guarani que ocupavam o território antes da construção da hidrelétrica. Augusto Aras, chefe do MPF, pediu extinção da ação reparatória à etnia. Mapas e registros cartográficos inéditos, analisados por Paulo Tavares, da UnB (Universidade de Brasília), mostram em detalhes como era a presença indígena na área da usina hidrelétrica de Itaipu, no Paraná, antes das obras e da consequente inundação do local, na década de 1970. Para Tavares, o sigilo sobre as imagens aponta a intenção da ditadura militar (1964-1985) e órgãos de Estado de aplicar uma “estratégia perversa” para expulsar famílias Avá-Guarani de suas terras e abrir espaço para a usina e para a colonização da área, atropelando a comunidade e sua cultura. Procurado pela reportagem, o Exército informou que não se manifesta em “processos em andamento em outros órgãos”
Repórter Brasil, 29/07.
Justiça garante acesso da Comissão Guarani a processos administrativos na Funai sobre direitos e interesses dos povos da etnia
A Justiça federal seguiu o entendimento do Ministério Público Federal (MPF) e determinou que a Fundação Nacional do Índio (Funai) conceda à Comissão Guarani Yvyrupa (CGY) acesso a todos os processos administrativos requeridos pela entidade, que tratem de direitos e interesses dos povos indígenas Guarani. A sentença foi proferida na última segunda-feira (27), em resposta a um mandado de segurança coletiva. O magistrado Marco José Brito Ribeiro deu 30 dias para que a decisão seja cumprida
MPF, 29/07.
TERRAS INDÍGENAS
Esplanada da Morte (II) — Chefe da Funai foi aliado de invasores de terra indígena no MT
Telefonemas flagraram proximidade de Marcelo Xavier com investigados; delegado da PF completou um ano à frente do órgão, agora controlado por ruralistas; período coincidiu com o aumento do desmatamento, violência e avanço da Covid-19 entre 145 etnias. Isolado após contrair Covid-19, o delegado da Polícia Federal Marcelo Augusto Xavier da Silva completou na sexta-feira (24) um ano na presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai). Uma gestão marcada pelo aumento da violência contra indígenas, por taxas recorde de desmatamento, invasões em grande escala nos territórios e pela submissão do órgão a interesses do agronegócio
De Olho nos Ruralistas, 29/07.
Territórios indígenas da Amazônia são cruciais para a conservação
Um novo estudo da Universidade de Helsinque mostra que os territórios indígenas representam cerca de 45% de todas as áreas selvagens remanescentes na Amazônia, compreendendo uma área de três vezes a superfície da Alemanha. Em um momento em que as florestas amazônicas enfrentam pressões sem precedentes, superar as divergências e alinhar os objetivos dos defensores da natureza e dos povos indígenas é fundamental para evitar maior degradação ambiental. “Em nosso artigo, mostramos que apoiar os direitos dos povos indígenas é do interesse da agenda de conservação”, diz o Dr. Álvaro Fernández-Llamazares, da Universidade de Helsinque. “O futuro de uma proporção substancial da biodiversidade da Amazônia depende em grande parte de ações coordenadas para apoiar e fortalecer os direitos dos povos indígenas em toda a região.”
Eco Debate, 30/07.
COVID -19
Yanomami se arriscam na pandemia em busca de auxílio emergencial
A Amazônia Real esteve no barracão onde os indígenas Yanomami ficam alojados em São Gabriel da Cachoeira, no noroeste do Amazonas. Às margens da BR-307, já na área urbana do município, o local não tem estrutura adequada para prevenção da Covid-19. Eles são obrigados a se amontoar à espera do momento em que vão para outra aglomeração, desta vez na frente da casa lotérica para receber benefícios sociais do banco Caixa Econômica Federal. E, sem que nada mude, eles se arriscam a levar o novo coronavírus de volta às aldeias, onde a maioria deles tem se isolado desde o início da pandemia
Amazônia Real, 28/07.
OPAS e organizações se unem para mitigar impactos da COVID-19 nos povos amazônicos
É necessário ter um diagnóstico específico sobre as lacunas na saúde e buscar formas de facilitar o acesso a serviços de saúde e a medidas de prevenção para populações afetadas pela pandemia de COVID-19, como as comunidades indígenas. A afirmação foi feita pelo subdiretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Jarbas Barbosa, em reunião com líderes de povos amazônicos de Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela e especialistas de organizações internacionais na segunda-feira (27)
ONU BR, 30/07.
Governo de SP realiza testagem para Covid-19 em 120 quilombolas em Registro
Os moradores da comunidade quilombola Peropava, em Registro, no interior paulista, recebem testagens para detectar o novo coronavírus na tarde desta quarta-feira (29). A ação foi anunciada pelo governador de São Paulo, João Doria. Ao todo, 120 quilombolas passam por testes rápidos. A iniciativa faz parte de uma etapa do programa de testagem em comunidades vulneráveis realizado pelo governo em parceria com o Instituto Butantan, que teve início em junho
G1, 29/07, Santos e Regão.
GARIMPO
Operação Alfeu: Justiça Federal recebe denúncia do MPF contra exploradores de garimpo ilegal em TI Sararé (MT)
A Justiça Federal recebeu a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra um grupo criminoso que explorava ilegalmente a extração de recursos minerais na Terra Indígena Sararé, localizada no município de Pontes e Lacerda, em Mato Grosso. A denúncia foi feita após a realização da Operação Alfeu, em 28 de maio deste ano, com base nas informações colhidas e em interceptações telefônicas
MPF, 29/07.
POLÍTICA CLIMÁTICA
Brasileira está entre jovens líderes que aconselharão ONU no combate às mudanças climáticas
O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, anunciou na segunda-feira (27) os nomes de sete jovens líderes climáticos – entre eles, uma brasileira – que o aconselharão regularmente sobre a aceleração de ações e ambições globais para enfrentar a piora da crise climática. Paloma Costa Oliveira (Brasil) é advogada e defensora de direitos humanos, e coordenou as delegações de jovens em várias conferências climáticas
ONU BR, 28/07.
POLÍTICA AMBIENTAL
Governo acelerou publicação de atos sobre meio ambiente no início da pandemia, diz jornal
O governo federal acelerou de março a maio de 2020, os primeiros meses da pandemia no país, o ritmo de publicação de atos na área de meio ambiente, segundo levantamento divulgado pela "Folha de S.Paulo" nesta quarta-feira (29). Os dados foram pesquisados pelo jornal e pelo Instituto Talanoa. De março a maio, período em que o novo coronavírus começou a ser registrado no país e se alastrou pelos estados, o governo editou 195 atos na área ambiental. Em igual período de 2019, foram 16
G1, 29/07, Política.
VIOLÊNCIA
Brasil é o terceiro país mais letal do mundo para ativistas ambientais
Dos 24 assassinatos de ambientalistas brasileiros em 2019, a grande maioria foi na Amazônia – dez deles de indígenas, aponta a ONG Global Witness. Para analistas, discurso do governo Bolsonaro agrava a violência. Nomes de brasileiros como o de Paulo Paulino Guajajara estão na lista da Global Witness. Conhecido como guardião da floresta, ele foi assassinado na Terra Indígena Arariboia, no Maranhão, em novembro de 2019. Paulino Guajajara fiscalizava e denunciava invasões das terras e roubo de madeira – função que se tornou mortal no país. Um levantamento feito pelo Instituto Socioambiental (ISA) mostrou que esse território indígena na Amazônia tem sofrido com invasões e desmatamento sem precedentes. Para tirar a madeira roubada do local, os criminosos chegam a abrir mais de 100 quilômetros de estradas clandestinas por mês na mata
Deutsche Welle, 29/07.
Outras Noticias
Pare de oferecer lives gratuitas
Sem barreira sanitária, aldeia que fica a 15 km de roçado de índios isolados registra primeiro caso de Covid-19
Força-tarefa ajudará na regularização fundiária da Amazônia Legal
Covid-19: Nações Unidas pedem mais apoio a povos indígenas na região amazônica
Após MP da regularização fundiária caducar, governo fala em força-tarefa para liberar 600 mil títulos
'Temos que discutir a mineração na Amazônia'', diz Ricardo Salles
MPF cobra da Eletronuclear o cumprimento de condicionantes socioambientais indígenas pela operação das usinas Angra I e II, e pela licença prévia de Angra III
PF mira ‘maus que devastam a floresta’ e pega até celular em privada no Pará
Fundo Nordea exclui investimento na JBS e avalia ligação de empresas com desmate
De olho nos investidores, Maia avança com agenda ambiental do Congresso
Câmara prepara votação de 'pauta verde' após pressão por agenda na área ambiental
Veja quem são os parlamentares que compõe o grupo da 'pauta verde' da Câmara
Boiada normativa
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato