As notícias mais relevantes desta quinta-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
30/06/2020 | Ano 20
As notícias mais relevantes desta quinta-feira para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Povos indígenas acionam o Supremo para impedir genocídio
Segundo a ação, o governo federal tem o dever de colocar barreiras sanitárias nas TIs, conter invasões e executar um plano emergencial de combate à doença
Quilombos do Rio de Janeiro são os mais atingidos pela Covid-19 no país
Levantamento feito pelos quilombos com a Secretaria de Saúde estadual aponta 36 quilombolas mortos pela Covid-19; lideranças comunitárias denunciam falta de apoio e mostram-se preocupadas com a segurança alimentar. Leia a reportagem
A impossível possibilidade de dizer não ou a possibilidade impossível de dizer sim
O desafio da Rainha Branca chegou ao fim. A especialista em Biodiversidade do ISA Nurit Bensusan fecha o desafio de pensar seis coisas impossíveis no país da pandemia
COVID -19
Coronavírus: Memória acesa nas perdas de mãe e filho Karitiana, em Rondônia
Duas chamas de memória se apagaram para o povo Karitiana. O líder Gumercindo Karitiana, de 66 anos, e sua mãe, a anciã Enedina Karitiana , de 86 anos, foram as primeiras vítimas da Covid-19 entre os povos indígenas de Rondônia
Amazônia Real, 27/06.
Protocolos sanitários na pandemia impedem cumprimento de rituais indígenas
O luto provocado por tantas vidas perdidas atinge brasileiros de todas as regiões, em todos os estados. Mas não de maneira igual. Em comunidades indígenas, rituais tradicionais desafiam os protocolos sanitários exigidos pela Covid-19. Crizanto é líder xavante e está internado no município de Barra do Garças com Covid-19. Ele pede, no idioma da etnia, que os indígenas fiquem nas aldeias e evitem aglomerações por causa da doença
G1, 29/06, Jornal Nacional.
Covid-19 mata mais quilombolas na Amazônia do que em qualquer outra localidade da América Latina, diz estudo
Os estados do Amazonas, Pará, Amapá, Rondônia e Maranhão, localizados na região amazônica, respondem atualmente por 63% das mortes causadas pela Covid-19 entre populações mocambeiras e quilombolas (povos descendentes de escravos) do Brasil. Os dados são de uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ambientes Amazônicos da Universidade Federal do Amazonas (Nepam/Ufam), e mostram que a Covid-19 mata mais quilombolas na Amazônia que em qualquer outra localidade da América Latina
G1/AM, 28/06.
Bolsonaro será alvo de pressão internacional por pandemia
O governo de Jair Bolsonaro será alvo de uma série de denúncias formais na ONU por sua resposta considerada como insuficiente diante da pandemia da covid-19. Um documento elaborado por entidades nacionais e internacionais será tratado nesta semana em Genebra, pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, enquanto outras acusações serão submetidas ao longo dos próximos dias. Além disso, o organismo vem coletando informação sobre a política brasileira em relação ao coronavírus, elevando a pressão sobre um governo com uma imagem externa já desgastada. Coluna de Jamil Chade
UOL, 29/06.
Com mais uma morte de indígena, AC registra 13.146 casos de Covid-19 e 361 óbitos pela doença
O novo boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) desta segunda-feira (29) mostra mais uma vez aumento nos casos de mortes e pessoas infectadas pelo coronavírus no estado. Em 24 horas, o estado registrou 88 casos novos da doença, fazendo o número de registros sair de 13.058 para 13.146. Foram ainda mais oito mortes pela doença, sendo agora 361 vítimas fatais. Entre os óbitos desta segunda, há uma indígena de Santa Rosa do Purus. Há ainda 447 exames aguardando o resultado nos laboratórios Lacen e Mérieux. Os dados do boletim mostram ainda que há 7.295 pessoas recuperadas no estado
G1/AC, 29/06.
Coronavírus: 'consórcio de doação' leva toneladas de alimentos produzidos por comunidades quilombolas e caiçaras a bairros pobres de SP
Mais de 250 quilômetros separam duas regiões pobres de São Paulo: o Vale do Ribeira, ao sul do Estado, e a Vila Brasilândia, na zona norte da capital, uma das áreas mais atingidas pelo novo coronavírus. Mas, nas últimas semanas, uma rede de doação de alimentos conectou os dois territórios. Tudo começou com a pandemia de covid-19. "A interrupção unilateral da compra pelas cidades gerou muita apreensão e insegurança. Além da produção que poderia se perder, as pessoas precisavam de renda para sobreviver", diz Maurício Biesek, agrônomo e assessor técnico do Instituto Socioambiental (ISA), ONG que há anos atua com quilombolas da região
BBC Brasil, 30/06.
GRILAGEM
Grileiros já tomaram quase 12 milhões de hectares de florestas públicas na Amazônia
Enquanto o desmatamento avança na Amazônia, quase 50 milhões de hectares de florestas públicas permanecem numa espécie de limbo, enquanto esperam o governo – federal ou estadual – decidir o que são e a quem pertencem. Essa indefinição de uso e governança deixa essas áreas de floresta não destinadas mais vulneráveis à invasão e, de acordo com um estudo publicado recentemente, grileiros já tomaram 11.6 milhões dessas florestas, o equivalente a 23% do total. Os números foram levantados por uma equipe de pesquisadores do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará em parceria com o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM)
O Eco, 28/06.
DESMATAMENTO
Desmatamento na Amazônia: controle de supermercados sobre fornecedores irregulares de carne bovina é falho, dizem entidades
Carrefour, Grupo Pão de Açúcar e Grupo Big (ex- Walmart) são abastecidos por frigoríficos que, por sua vez, têm fornecedores ligados a desmatamento ilegal e criação de gado em terra indígena. Entidades criticam a pouca transparência dos grupos varejistas
Repórter Brasil, 29/06.
AGROTÓXICOS
Para combater nuvem de gafanhotos, governo libera mais usos para agrotóxicos
Ministério da Agricultura autorizou a importação de agrotóxicos não aprovados para certas culturas, mas ainda não definiu quais. Inseticidas usados por outros países para combater os gafanhotos também são fatais para abelhas e outros insetos
A Pública, 29/06.
POLÍTICA AMBIENTAL
Barroso convoca audiência para discutir omissão do governo na área ambiental
O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), convocou audiência pública para os dias 21 e 22 de setembro para que integrantes do governo, entidades de proteção ambiental, especialistas e outros interessados discutam o quadro do meio ambiente no Brasil. A decisão foi tomada na Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 60, apresentada ao STF por quatro partidos de oposição – PT, Psol, PSB e Rede Sustentabilidade. Eles apontam omissão do governo federal por não adotar providências para o funcionamento do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (Fundo Clima), que teria sido indevidamente paralisado em 2019 e 2020, bem como diversas outras ações e omissões na área ambiental
Congresso em Foco, 29/06.
Outras Noticias
Diário da Covid-19: doença avança sobre indígenas de norte a sul do Brasil
BR-319 ameaça povos indígenas 7: - A fragilidade da proteção
Política 'antiambiental' brasileira dificulta aprovação do acordo Mercosul–UE
Desmatamento eleva casos de malária e outras doenças infecciosas
Aldeias de Formoso do Araguaia têm surto de Covid-19 e mais de 80 indígenas são contaminados
IBGE atualiza Mapa da Amazônia Legal
Pesquisa associa frigoríficos e produtores de soja a queimadas na Amazônia
Prefeitura de Atibaia é multada por obras irregulares dentro de parque estadua
Somos obrigados a obrigar o governo a não nos deixar morrer
Participação de Salles em futura reunião sobre Amazônia surpreende investidores estrangeiros
Trem em área indígena
O sonho do trem da floresta carregado de soja
Coronavírus: entidade indígena tenta no STF obrigar governo a proteger indígenas
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato