As notícias mais relevantes desta sábado para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
26/06/2020 | Ano 20
As notícias mais relevantes desta sábado para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Em meio a pandemia, Funai executa menos da metade do orçamento
Órgão gastou com a compra de materiais, mas não executou verba destinada ao transporte desses itens para os indígenas; veja essa e outras notícias no Fique Sabendo desta semana
COVID -19
Com explosão de casos de covid-19, indígenas do Pará recorrem a socorro de voluntários
Em pouco mais de três semanas, no sudeste do Pará, o coronavírus já matou 22 indígenas, entre anciões, adultos, jovens e crianças, além de ter infectado pelo menos 638 outros integrantes de 12 povos. Lideranças nas aldeias reclamam que não há estrutura suficiente para atender a essa população de pouco mais de 12 mil indivíduos nessa área do Estado. Há uma crise que vem sendo acentuada pela falta de estrutura para o atendimento aos doentes e para a prevenção. O problema se agrava ainda mais com a escassez de alimentos em alguns locais
BBC Brasil, 25/06.
Amazonas tem mais de 1,3 mil indígenas contaminados pela Covid-19; Mortes chegam a 50
No Amazonas, 1.304 índios já foram contaminados pela Covid-19. Destes, segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), 50 morreram. São povos de diferentes etnias e distritos indígenas espalhados por todo o estado. Em 10 dias, o aumento no número de casos em indígenas saltou de pouco mais de mil para os atuais 1.304, atualizados nesta quinta-feira (25). No geral, o Amazonas tem mais de 67 mil contaminados, com 2.731 mortes
G1/AM, 26/06.
AM registra 503 novos casos de Covid-19 e total sobe para 67.267; mortes chegam a 2.731
O Amazonas registrou, nesta quinta-feira (25), 503 novos casos confirmados de Covid-19, elevando o total para 67.267, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). Nas últimas 24 horas, mais 21 mortes pela doença foram diagnosticadas, atingindo um total de 2.731 óbitos. Nessa quarta-feira (24), o governo informou que, pela primeira vez em três meses, Manaus não registrou nenhuma morte por Covid-19 em 24 horas
G1/AM, 25/06.
Com avanço da Covid-19 pelo Rio Amazonas, serviços de saúde fazem o que podem
As cidades de Belém e Macapá emergiram como pontos com alta incidência de coronavírus em abril e maio. Desde então, o vírus se espalhou profundamente nas áreas rurais ao redor. A Reuters passou uma semana acompanhando profissionais médicos em sua batalha contra a pandemia perto da Ilha de Marajó, que está separada do continente pelo delta do Amazonas, pelo complexo estuário do rio Pará e pela baía do Marajó
Reuters, 25/06.
MPF recorre de decisão em ação que solicita efetivação de planos de contingência do coronavírus em comunidades indígenas de MS
O Ministério Público Federal (MPF) recorreu perante ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) contra decisão proferida pela 4ª Vara da Justiça Federal em Campo Grande (MS). A ação civil pública (ACP) em questão pleiteia, com tutela de urgência, a efetivação de planos de contingência do coronavírus junto a comunidades indígenas do estado. A ACP pede que a União seja obrigada a adquirir e distribuir equipamentos de proteção individual (EPIs) ao Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul (Dsei-MS), que opera precariamente com quantidade ínfima de insumos e equipamentos
MPF, 25/06.
Covid-19 já atinge quase um terço das etnias indígenas, diz comitê
A pandemia de covid-19 já atingiu ao menos 111 povos indígenas, de acordo com o Comitê Nacional pela Vida e Memória Indígena. Em balanço do grupo, que é integrado por lideranças indígenas, o total de infectados nestes grupos pelo novo coronavírus já chega a 7.753 e o de mortes a 349. Também estão contemplados na conta do comitê os warao, o segundo maior povo indígena da Venezuela e que tem buscado refúgio no Brasil. Há pouco mais de um mês, o ciclo de transmissão da doença acometia 44 etnias, como apurou a Agência Brasil, demonstrando que a doença pode se alastrar rapidamente pelos 305 povos indígenas que vivem no país
Agência Brasil, 25/06.
Coronavírus: 'Esquecida', sem UTI e com prefeita afastada, Oiapoque apela à Guiana Francesa por ajuda contra covid-19
Os vídeos que circulam na internet mostram cenas que dificilmente desaparecerão da memória da estudante Rebeca Lira Pinheiro, 29 anos. Sob a chuva fraca, sedado e intubado em uma maca no chão da pista do aeroporto de Oiapoque, está o aposentado e ambulante Evandro Araújo, 65, pai de Rebeca, que tentava, havia cinco dias, ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Diante da situação, os médicos de Oiapoque já haviam recorrido a medidas desesperadas; chegaram a tentar transportá-lo à capital do Estado de ambulância mesmo, mas precisaram retornar no meio do caminho, quando Evandro parecia não resistir aos solavancos
BBC Brasil, 25/06.
“A pandemia mostrou ao mundo como se deve agir diante de uma crise”, diz Greta, falando sobre a mudança climática
Desde o começo da pandemia do novo coronavírus até o dia de hoje, quase 485 mil pessoas morreram vítimas da COVID-19. Mas todos os anos, no mundo inteiro, outras 7 milhões perdem a vida devido a algum problema de saúde relacionado com a poluição do ar, apontam dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Para Greta Thunberg, nesse momento de crise global de saúde, sociedades e políticos colocaram de lado suas diferentes visões, se uniram e cooperaram para o bem maior de todos. “Todos fizeram o que foi preciso porque não se pode ‘dar um preço à vida humana”, afirmou a ativista pelo clima, em uma entrevista
Conexão Planeta, 25/06.
Na pandemia, políticos fazem pré-campanha em aldeias indígenas no Mato Grosso
Neste período de isolamento social da população por causa da pandemia do novo coronavírus, pré-candidatos às eleições municipais estão entrando ilegalmente em terras indígenas do Xingu e do povo Xavante, nas regiões nordeste e leste de Mato Grosso. As investidas dos políticos nas aldeias desrespeitam os protocolos de saúde de prevenção da Covid-19. Lideranças indígenas temem pela disseminação do vírus nos territórios, mas também pelas intenções dos políticos
Amazônia Real, 25/06.
DESMATAMENTO
Desmatamento sob Bolsonaro afasta investidores e ameaça acordo Mercosul-União Europeia
A ineficiência apresentada pelo Governo Jair Bolsonaro no combate ao desmatamento da Amazônia já começa a apresentar seus primeiros efeitos e, se os resultados práticos de redução dos índices não aparecerem rapidamente, pode botar em risco o acordo entre a União Europeia e o Mercosul. A avaliação foi feita por cinco de seis fontes diplomáticas europeias consultadas pelo El País nesta quarta-feira
El País, 25/06.
SANEAMENTO
Brasil vai em sentido oposto a capitais do mundo que estatizaram saneamento
Enquanto os defensores da norma dizem que ela vai possibilitar a "universalização do saneamento", críticos afirmam que haverá aumento nas tarifas e privatização de um direito fundamental: o acesso à água. Com o movimento de incentivo à privatização, o país caminha em sentido oposto ao que vem sendo feito em capitais pelo mundo. Cidades como Paris, Berlim e Buenos Aires tiveram experiências ruins com a privatização e acabaram voltando atrás. Na contramão, o Brasil agora tenta, via mercado, corrigir um problema histórico de saneamento básico
UOL, 25/06.
O que muda com a lei do saneamento? Água e esgoto podem ficar mais caros?
O Senado aprovou nesta quarta-feira (24) um novo marco legal de saneamento básico, que ainda depende da sanção do presidente Bolsonaro para virar lei. O tema é polêmico e divide opiniões. Defensores do projeto veem nele uma forma de atrair investimentos privados para levar água e esgoto a toda a população, melhorar a qualidade do serviço e estimular a retomada da economia. Por outro lado, críticos afirmam que a privatização deve encarecer a conta de água, e que regiões periféricas não serão atendidas, porque dariam pouco ou nenhum lucro às empresas do setor
UOL, 24/06.
ONU
Aos 75 anos, ONU é alvo de campanha inédita do Brasil para esvaziá-la
Aliado ao governo americano, Itamaraty adota agenda para enfraquecer organismos internacionais e questionar legitimidade de suas decisões. Araújo e Bolsonaro promoveram mudança na direção da política externa, justamente quando mundo mais precisava de coordenação mundial. Resultado da atitude brasileira tem sido um isolamento inédito no cenário global. Data marca os 75 anos da assinatura da Carta da ONU; instituição vive encruzilhada inédita. Coluna de Jamil Chade
UOL, 26/06.
LICENCIAMENTO AMBIENTAL
Sem consulta a quilombolas e ribeirinhos: MPF pede anulação de licença de linhão entre cidades do Pará e Amazonas
Após protestos de comunidades e notas de repúdio de organizações da sociedade civil, o Ministério Público Federal (MPF) foi à Justiça para anular a licença prévia concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) a um linhão de transmissão de energia elétrica entre as cidades de Oriximiná, no Pará e Parintins, no Amazonas. A principal irregularidade na emissão da licença é a ausência de consulta a quatro comunidades quilombolas e quatro comunidades ribeirinhas que serão afetadas pelas obras. Para passar por cima dessas pessoas, a Fundação Cultural Palmares emitiu um parecer favorável ao linhão, dispensando sem nenhuma base legal a realização das consultas
MPF, 25/06.
FUNAI
Orçamento da Funai: “O problema não é técnico nem financeiro, ele é eminentemente político”
A insuficiência orçamentária do órgão indigenista oficial, entretanto, não é um problema recente: ele é histórico, embora tenha sido aprofundado pelo caráter anti-indígena do atual governo e se tornado ainda mais evidente em função da pandemia de covid-19, que já atinge aldeias em todo o país e encontra os povos indígenas praticamente desassistidos. Em entrevista, a assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) Alessandra Cardoso analisa a crítica situação orçamentária da Funai
Cimi, 24/06.
MINERAÇÃO
Greenpeace denuncia aumento de mineração ilegal na Amazônia
O Greenpeace denunciou nesta quinta-feira (25) um aumento de 80% no desmatamento para fins de mineração ilegal em áreas protegidas e de 13% nas reservas indígenas da Amazônia brasileira nos primeiros quatro meses do ano. Em um comunicado com base em alertas de desmatamento identificados por satélite pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Greenpeace afirma que entre janeiro e abril 879,8 hectares de áreas de conservação foram desmatados para fins de mineração ilegal, 80,62% a mais do que no mesmo período do ano passado
UOL, 25/06.
POLÍTICA AMBIENTAL
É #FAKE que vídeo mostre fiscais do Ibama promovendo incêndio criminoso em área indígena
Circula pelas redes sociais um vídeo em tom de denúncia que mostra uma equipe do Ibama ateando fogo ao mato à margem de uma rodovia. O homem que faz as imagens diz: "Será que é para derrubar o governo Bolsonaro? Eu não duvido de nada. Agora saca só quem está tocando fogo. O Ibama". A legenda afirma que se trata de um incêndio criminoso. É #FAKE
G1, 25/06, Fato ou Fake.
Outras Noticias
O capital quer proteger a Amazônia
CNDH pede a Rodrigo Maia urgência na votação de projeto de lei que suspende despejos durante pandemia
MPF coordena reunião sobre controle social em âmbito nacional na saúde indígena
Indígenas impedem funcionários da prefeitura de passar por barreira sanitária: 'Mau exemplo'
MPF recomenda que prefeitura de Santarém (PA) não autorize construções ilegais em Alter do Chão
Hospital de Campanha para indígenas com Covid-19 é preparado em Guajará-Mirim, RO
Governo federal quer iniciar reconstrução da BR-319 ainda neste ano, animando políticos e empresários
Sob Bolsonaro, reconhecimento de quilombolas cai ao menor patamar da história
Agente com covid-19 tem socorro negado pelo Ibama em plena ação na Amazônia
Mais de 20 mil garimpeiros exploram terra indígena durante pandemia do coronavírus, alerta Greenpeace
Custo ambiental
Brasil usa mais militares contra a covid-19 do que enviou para 2ª Guerra; 20 morreram
A luta dos povos da floresta
Risco de investir no Brasil é crescente na gestão Bolsonaro, diz fundo norueguês
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato