As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
Se você não consegue ler esta mensagem, acesse https://manchetes.socioambiental.org/ para visualizar em seu navegador
05/12/2018 | Ano 18
As notícias mais relevantes desta domingo para você formar sua opinião sobre a pauta socioambiental
DIRETO DO ISA
Na fronteira com a Colômbia, São Gabriel da Cachoeira recebe primeiro vestibular indígena da Unicamp
Considerada a melhor universidade da América Latina pela revista britânica Times Higher Education, a Unicamp realizou no domingo (2/12) o primeiro vestibular indígena da instituição. São 72 vagas. O curso mais procurado é o de Enfermagem, com 96 candidatos por vaga. A prova foi aplicada no no município brasileiro com o maior percentual de população indígena no Brasil: São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, onde 90% dos habitantes pertencem às 23 etnias do Rio Negro. A realização da prova no município foi uma conquista do movimento indígena, através de reivindicações feitas pelos departamentos de Jovens e de Educação da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn). Segundo a Unicamp, os alunos indigenas aprovados terão moradia, transporte e alimentação
POVOS INDÍGENAS
Jovens indígenas organizam rede de comunicadores no AM para aproximar aldeias distantes
Na tela do celular, a jovem indígena Daniela Patrícia Villegas Barbosa mostra os múltiplos idiomas falados em um grupo de troca de mensagens online. O português prevalece, mas são as frases em tukano, uma das línguas oficiais de São Gabriel da Cachoeira (AM), que revelam o objetivo da ferramenta: reunir e aproximar a juventude das aldeias do Alto Rio Negro. E, como a internet na cidade ainda é privilégio de poucos, os voluntários criaram também um programa de rádio para promover a interação, inclusive, com comunidades mais isoladas.
G1, 3/12, Campinas e Região.
MUDANÇAS CLIMÁTICAS
Brasil sobe no ranking dos países mais atingidos por riscos climáticos extremos
Nem sempre subir posições num ranking é motivo de celebração. Neste caso, os brasileiros só podem lamentar e se preocupar. O país galgou dez posições – passou do 89º lugar para 79º – no Índice Global de Risco Climático 2019 – Quem sofre mais com os eventos climáticos extremos?, elaborado pelo think tank alemão Germanwatch, organização ambiental e de desenvolvimento independente que trabalha pelo desenvolvimento global sustentável
Conexão Planeta, 04/12.
Quem vai salvar o Acordo de Paris?
Apenas três anos após o pacto sobre o clima, a euforia parece ter se dissipado. Muitos de seus principais promotores têm dificuldade de cumprir as próprias metas. Esperança é que a COP 24, na Polônia, renove ânimo
Deutsche Welle, 3/12.
AGROTÓXICOS
Política Nacional de Redução de Agrotóxicos é aprovada em Comissão Especial na Câmara dos Deputados
Até que enfim uma boa notícia! E que nos anima ainda mais a lutar pela saúde de quem produz nossa comida e pela qualidade do que colocamos no prato, e contra interesses escusos.Ontem, 4/12/2018, o texto da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (a PNaRA ou Projeto de Lei nº 6.670/2016) foi aprovado, na Câmara dos Deputados, pela Comissão Especial que analisava o projeto, presidida por Alessandro Molon (PSB/RJ) e com relatoria de Nilto Tato (PT/SP)
Conexão Planeta, 5/12
CIDADES
Desafios de governança ambiental em São Paulo serão estudados a partir da interdisciplinaridade
Questões como saneamento ambiental, água, serviços ecossistêmicos, energia, cidades e mudanças climáticas tendem a se sobrepor quando analisadas sob a ótica da governança ambiental de uma região. Tendo isso em vista, grupo formado por mais de 50 pesquisadores de instituições paulistas está estudando a governança ambiental na macrometrópole paulista a partir da interdisciplinaridade
Agência Fapesp, 5/12.
QUILOMBOLAS
CDHM faz diligência ao Maranhão e visita quilombos ameaçados por expansão da base de lançamentos de Alcântara
Na próxima quinta e sexta-feira (6 e 7), a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) vai ao Maranhão fazer uma diligência e visitar as comunidades quilombolas de Alcântara, na Ilha do Cajual, região metropolitana de São Luiz
Agência Câmara, 4/12.
POPULAÇÕES TRADICIONAIS
MPF: decreto que institui Política Nacional de Desenvolvimento de Povos e Comunidades Tradicionais é constitucional
Em nota técnica divulgada nesta terça-feira (4), o Ministério Público Federal (MPF) defendeu a constitucionalidade do Decreto 6.040/2007, que institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais. O decreto está sendo questionado pela Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que pedem a revogação da norma em ofício dirigido à Presidência da República. Para o MPF, o decreto garante o cumprimento dos artigos 215 e 216 da Constituição Federal, além do previsto na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), e deve ser mantido
MPF, 4/12.
AMAZÔNIA
Amazônia é totalmente estratégica para nossa sobrevivência enquanto espécie
Nos últimos 60 anos, as propostas de desenvolvimento para a Amazônia e os povos tradicionais que habitam a região, como indígenas, quilombolas e amazônidas, visam “integrar a região - e as várias ‘regiões’ dentro da Amazônia- ao país”, diz a pesquisadora Marcela Vecchione à IHU On-Line. No entanto, lamenta, “dificilmente há um debate sobre desenvolvimento de dentro da região para fora, com contribuições endógenas para o desenvolvimento nacional”. O desenvolvimento regional entendido como integração, argumenta, “produz mais periferização”
IHU On-Line, 06/3
Outras Noticias
Povo Tupinambá de Olivença apresenta carta pelo direito à demarcação do território tradicional
Averbação da cota de reserva ambiental na matrícula de imóvel pode deixar de ser obrigatória
Raiz dos agrotóxicos está nos gases dos campos de concentração, diz Vandana Shiva
Noruega aumenta em quase 60% valor de ajuda ao Brasil para combater desmate
Disputa trava definição de titular do Meio Ambiente
Ibama recebe fração mínima das multas aplicadas anualmente
Pesquisadores pedem que brasileiros comam menos carne em prol do planeta
Bolsonaro estuda unificar Ibama e ICMBio em reformulação da pasta do Meio Ambiente
Bolsonaro diz que Funai vai sair do Ministério da Justiça 'para algum lugar'
‘Exploração indiscriminada’ de terras indígenas seria desastrosa para o Brasil, dizem servidores da Funai em carta a Moro
Somos civilizados...
Nova ministra sugere Funai no Planalto, mas Procuradoria quer órgão na Justiça
Funai pode ir para Ministério da Cidadania, e não Agricultura, diz Bolsonaro
Brasil está entre países que mais perdem dinheiro com mudanças climáticas
Negar a mudança do clima precede o trumpismo
Confira as edições anteriores
Junte-se ao ISA
Clique aqui e saiba mais!
Siga-nos
ISA - Instituto Socioambiental · www.socioambiental.org
Cancelar recebimento · Sobre o ISA · Banco de notícias · Acervo · Contato